sexta-feira, 18 de junho de 2010

NINGUÉM SENTE INVEJA

Querendo o que os olhos dos outros vêem todos os dias. Querendo o que você tem e eu não. Querendo você e eu não. No ar que respiram há mais oxigênio que no meu e eu suspiro mais que os outros – enquanto eles transpiram!
Mais abraços ali, mais aconchegos acolá, mais risos em outras bocas e eu longe disso... todos espalham merecimentos onde eu não estou! Assim não vale! Não vale a pena mesmo!
Há mais mulatas em seu samba, mais estrelas em outros céus, mais gotas na água do chuveiro do vizinho, mais sol na janela do outro apartamento, mais frio em meu quarto, mais cinemas em seu bairro, mais esmalte em suas unhas...
Quero mais brincar disso não! Você sempre ganha mais brinquedos que eu... Cansei de brincar!
Distraída querendo o que não posso, esqueço o que tenho! Minha inveja me matando e eu nem vendo...

4 comentários:

Anônimo disse...

Recado para Sâmia:
"Por que desejar algo que você mesma sabe que vai acontecer cedo ou tarde?

Não duvide que o melhor está acontecendo para o seu próprio benefício e que dias muito melhores virão, desde que você tenha um pouco mais de paciência.

Enquanto este dia melhor não chega cuide-se para que quando ele chegar esteja preparada para percebê-lo.

Nada é conquistado sem um mínimo de esforço.

Fique com Deus!"

Papilas do acre ao doce disse...

Conhecer você só pode levar a um olhar: ver menos onde você não está e vice-versa.

Vejo menos: menos poesia, menos beleza, menos humanidade, menos respostas para perguntas difíceis...

Abraçar um bêbado no meio da noite é mais, cuidar de alguém que precisa é mais, enfrentar a maternidade e ter coragem de não gostar de lavar fraldas é mais, sorrir é mais, escrever textos instigantes é mais. Mais é Samia Siso. Que de siso não tem muito, graças a Deus. Se tivesse, seria menos.

Eu sou menos, porque não tenho essa força e essa coragem. Às vezes, tenho mais sol na minha janela, mas não sei o que fazer com ele.

Bj.

Roberto.

Anônimo disse...

O seu querer implica no outro deixar de ter ? Essa não parece você. Desejar ter o que o outro tem é normal, o problema é quando você quer que o outro não tenha.

Sentimento tão vil que ninguém tem coragem de confessar, mas você tem. Não transfira suas frutrações para os outros. Transforme essa inveja, numa inveja criativa, criatividade é o que não lhe falta pisciana.

E se esse monstrinho verde teimar em aparecer, dê-lhe uma bicuda nesse fela da mãe... ''verde de inveja", NUNCA MAIS!!

Para olho gordo, colírio light...rsrsrsrs

Adeus, inveja!

Ass: Mulher Canalha

Sâmia Siso disse...

Não, Mulher Canalha, não quero tirar nada de ninguém!!! rs Isso não!!!

Você é tão inteligente que sacou a cor do texto!!! Pura acuidade de percepção!!! Eu sou sua fã!

Beijos,

Sâmia - a real! rs